MEMORIAL CRIVELLARO

MAESTRO ANGELO CRIVELLARO (03/05/1891 – 17/08/1957)
 
                                                              Nascido na cidade de Tombolo no                                                                      norte da Itália, veio para Porto Alegre                                                                com sua esposa e filhos no ano de                                                                     1927. Profícuo compositor iniciou seus                                                               estudos musicais aos 06 anos de                                                                         idade, formando-se aos 13 anos como                                                               organista, deste então, ainda na Itália,                                                               participou de vários concursos de                                                                       música obtendo várias premiações                                                                     como bronze no concurso de Della                                                                     Ditta em Perugia, por ter escrito uma                                                                 missa em homenagem a S. S. Pio X;                                                                     primeiro lugar no concurso da                                                                             academia Umberto Tedeschi em Milão (dezembro de 1920), pela música para canto com a composição “Ora e Sempre”; segundo lugar também pela academia Umberto Tedeschi em Milão, com a obra “Sul Mare Nostro” (dezembro de 1926); ouro e diploma de magistério dos cursos de composição e canto, expedidos pela Academia Ditta Mª. G. Caruana e C. Termmine Innerese em abril de 1927; ouro, cursos de canto e piano, diploma expedido pela mesma academia em abril de 1929; primeiro lugar com medalha de ouro no concurso organizado em Milão para composição de canto e piano, com a música “Nuovo Incontro” em maio de 1927, pela academia Ditta Mª. G. Caruana e C. Termmine Innerese; entre outros prêmios em Padova, Bolonha e Veneza.
Maestro Angelo Crivellaro foi exímio acordeonista, organista e pianista. Grande parte de suas composições foram destinadas para estes instrumentos, mas também compôs musicas vocais e inclusive óperas, dentre as quais intituladas "Fanciulla della Selva", tendo muitas de suas obras publicadas pela Ricordi de Buenos Aires e São Paulo. No Brasil, além de compositor, professor e intérprete, o maestro foi organista da Catedral Metropolitana por 25 anos de 1927 a 1952; organizador por 10 anos na parte artística da festa Madre de Deus; organizador por 12 anos das festas de Nossa Senhora dos Navegantes. Em 1938, foi fundador do Liceu Musical Palestrina, onde tinha várias escolas de músicas filiadas pelo interior do Rio Grande do Sul, empregando seus programas de aprendizado e métodos. A sua didática foi revolucionária para o ensino do acordeon. Dentre as filiais destacamos as de Novo Hamburgo, Vacaria, São Lourenço do Sul, Jaguari, Lagoa Vermelha, Passo Fundo, Santa Maria e Santana do Livramento. A partir de 1969 até 1988, foram idealizados e coordenados por Antônio Fioravante Crivellaro, diretor do Liceu Musical Palestrina, filho do Maestro Ângelo, os Seminários Internacionais de Violão, onde participaram professores e concertistas do cenário musical, tais como: Abel Carlevaro, Barbosa – Lima, Andrés Segóvia, Nestor Ausqui, Duo Assad, Eduardo Isaac, Duo Pomponio-Zarate, Henrique Pinto, Isaías Sávio, entre muitos outros violonistas reconhecidos. Como alunos participaram: Roberto Aussel, Álvaro Pierri, Eduardo Castañera, Daniel Wolff, José Mário, João Argolo. Após um intervalo de 05 anos a última edição dos Seminários aconteceu em 1988.Em 1972 o Liceu foi reconhecido como escola de ensino superior pelo governo federal funcionado assim até 1989. Obteve três decretos de utilidade pública, formando mais de mil professores em Porto Alegre e mais de três mil no Estado do Rio Grande do Sul. Cabe ressaltar que as atividades e funcionamento do Liceu Musical Palestrina, tiveram seu término no ano de 2000, tendo prestado um grande serviço cultural para o cenário da musica brasileira e internacional.
No ano de 1972, por requerimento do vereador GlênioPeres, através da Câmara Municipal prestou uma homenagem  à memória do maestro, destinando seu nome a um logradouro público no bairro Jardim do Salso.
                                                                 
 
 
 
 
 
 
 
 
A Secretaria de Estado da Cultura, por meio do Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore (IGTF), com a         presença do Secretario Victor Hugo, em 2105, descerrou uma placa na biblioteca da instituição em homenagem ao maestro Angelo Crivellaro. O IGTF dispõe de um acervo com mais de quatro mil monografias dos formandos da Faculdade de Música Palestrina, doadas pela família do maestro.
A grande contribuição cultural do Maestro Angelo Crivellaro é de muita importância e deve ser sempre preservada e lembrada.
ADQUIRA O CD MAESTRO ANGELO CRIVELLARO
Para adquirir o CD Maestro Angelo Crivellaro basta entrar em contato com a Crivellaro Escola de Música pelos telefones +51 3392.2929 / +51 3209.1981 ou pelo e-mail contato@escolacrivellaro.com.br

 

clique aqui

Crivellaro Escola de Música 

Rua Cajú, 115

Bairro  Petrópolis

Porto Alegre/RS 90690-310

CNPJ 04.109.189/0001-06

contato@escolacrivellaro.com.br 

Telefone: (51) 3392.2929

©Curso de Cifras - Módulo I e Módulo II por Benito Crivellaro / CPF 890.568.410-68

O prazo para entrega dos Produtos é informado durante o procedimento da compra. Na compra do produto não existem custos adicionais.

Devolução do Produto: ao Cliente não haverá possibilidade de devolução do produto, assim como não haverá prazo de desistência da compra.

© 2015 Crivellaro Escola de Música.

  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • w-googleplus
  • w-youtube